As aldeias Maçaranduba e Januária nas Terras Indígenas Caru e Rio Pindaré receberam um mutirão para emissão de documentos no início deste mês. Além da documentação básica como Certidão de Nascimento, CPF e Título de Eleitor, indígenas do Povo Guajajara puderam emitir o Cartão do Idoso e se inscrever no programa Bolsa-Família.

Com o apoio da Funai, por meio da Coordenação Regional Maranhão, entre os dias 4 e 8 de junho as comunidades também tiveram acesso à orientação jurídica, psicológica e social durante o mutirão. De acordo com a coordenadora regional, Eliane de Jesus Araújo, a iniciativa busca “facilitar o acesso ao Registro de Nascimento e à documentação básica com vistas à inclusão dos povos indígenas nas políticas públicas”.

O mutirão nas aldeias Maçaranduba e Januária é resultado da parceria institucional firmada entre a Coordenação Regional Maranhão e Coordenação Técnica Local Santa Inês com a Secretaria Estadual de Direitos Humanos e Participação Popular), o Projeto VIVA (ambos do Governo do Maranhão), o Comitê Gestor Estadual de Erradicação do Subregistro e a Prefeitura de Bom Jardim-MA.

Foto: Na Escola Indígena Guajajara, a coordenadora regional da Funai, Eliane de Jesus [à esquerda], a coordenadora técnica local, Maria Douro Carvalho [de óculos] e a coordenadora da Secretaria de Direitos Humanos-MA, Maria da Graça [à direita], junto com a equipe do mutirão

Cidadania indígena

Documentos emitidos:

CPF ………………………………..  354

Cartão do SUS ………………. 305

Carteira de Identidade …..  249

Bolsa-Família …………………. 230

Certidão de Nascimento … 209

Carteira Reservista  ……….. 117

Título Eleitor …………………… 78