foto matéria outubro rosaNo âmbito da campanha Outubro Rosa, a Fundação Nacional do Índio (Funai) realizou nesta quinta-feira (8), em Brasília, uma ação de prevenção ao câncer de mama. O intuito foi compartilhar informações e conscientizar as servidoras sobre a doença, bem como alertar para a importância do autoexame.

A iniciativa contou com a presença do presidente da Funai, Marcelo Xavier, que visitou as dependências da Diretoria de Administração e Gestão da Funai, conversou com servidores e entregou fitas na cor rosa, símbolo da campanha. Participaram também da ação o diretor de Administração e Gestão, Rodrigo Alves, o diretor de Proteção Territorial da Funai, César Augusto Martinez e a diretora substituta de Promoção ao Desenvolvimento Sustentável, Iracema Alencar.

Nos outros setores da Funai, a ação de conscientização foi conduzida pela coordenadora da Ouvidoria da Funai, Juliana Lengruber, e pela chefe do Serviço de Atenção à Saúde do Servidor, Agnes Magalhães. A esposa do presidente, Jucilene Rodrigues, apoiou a iniciativa de forma voluntária.

O câncer de mama pode ser detectado em fases iniciais, o que aumenta a possibilidade de tratamentos menos agressivos e com taxas de sucesso satisfatórias. Segundo Juliana Lengruber, o diagnóstico tardio é um relevante fator de mortalidade entre as mulheres brasileiras. “Por isso, é muito importante fazer o autoexame das mamas com frequência e procurar o serviço de saúde mais próximo após perceber mudanças”, ressaltou a coordenadora. Confira aqui a mensagem em vídeo.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), a estimativa é que em 2020 o Brasil tenha cerca de 66.280 novo casos, e o alerta é que a prevenção é o melhor remédio, isso porque cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis como a prática de exercícios físicos e alimentação saudável. Saiba mais na cartilha Câncer de mama: vamos falar sobre isso? 

Assessoria de Comunicação/Funai
Foto: Mário Vilela/Funai